quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009


LIBERDADE
O homem, embora nasça livre, permanecerá escravo
das leis desumanas legadas por seus antepassados,
pois o destino, que imaginamos um segredo superior,
nada mais é do que a aberração de submetermos nosso
dia de hoje aos decretos de nosso ontem, e o dia de amanhã
aos decretos de hoje.


KHALIL GIBRAN
Do livro: Asas Partidas

2 comentários:

ASAS disse...

Pintei esta tela em 2004, muitas pessoas a quiseram, mas dei para meu filho.

clau disse...

asas esta hermoso el poema y el paisaje ,cuando lo lei me iso sentir bien.
te mando muchos besosy apesar que estamos lejos podemos llegar a ser grandes amigas